15 Projetos urbanos inteligentes que dão um diferencial na vida das pessoas

Publicado em

Cidades grandes são repletas de caos e estresse constante. Por isso, alguns designers e arquitetos criam algumas invenções que amenizam esses problemas, trazendo inovações na vida das pessoas.

Espaços que incentivam as pessoas a socializarem, carregadores públicos de smartphones e playgrounds bem incomuns são algumas das invenções que tornam as cidades mais interessantes.

1 – Grades para roupas nas ruas

As pessoas em Bat Yam, em Israel, possuem um costume bastante interessante de deixar roupas nas ruas e isso inspirou designers holandeses e eles sugeriram que as pessoas trocassem roupas nas ruas principais.

2 – Mangueiras de incêndio antigas que foram transformadas em redes

Em Copenhague, há redes feitas de mangueiras de incêndio antigas para os cidadãos relaxarem um pouquinho.

3 – Um código QR no asfalto que permite às pessoas conhecerem o passado

Em Nova York, é possível ver como as ruas eram nos anos 70 e 80. Você só precisa ficar perto de uma seta, ler o código QR e verá uma imagem representando a cidade antiga em seu smartphone.

4 – Em Copenhague, há playgrounds incomuns

A Monstrum é uma empresa que cria brinquedos para playgrounds na Dinamarca, que são completamente incomuns. Cada playground tem seu próprio tema. As crianças podem, por exemplo, comandar um foguete ou derrotar um polvo gigante.

5 – Um poste que toca música para todos que jogam um cigarro fora

Em Londres existem dispositivos interativos voltados para o combate ao tabagismo. Cada vez que alguém joga um cigarro nele, ele toca uma música alegre e 56 lâmpadas led criam um show de luzes.

6 – Moradores do Brooklyn transformaram uma cerca em um lugar ideal para conversar

Graças às mídias sociais, pessoas de diferentes idades participaram da construção dessa cerca. Quando terminaram, ficaram muito animadas ao ver que o local se tornou um dos lugares mais populares: há um quadro anexo à cerca e todos podem deixar uma mensagem nele. À noite, o lugar fica lotado de jovens.

7 – As pessoas podem alugar cadeiras

É possível alugar cadeiras nas ruas de Israel. As pessoas pagam apenas um pequeno valor e pegam uma cadeira que podem levar para a sombra ou colocá-la perto de uma loja e desfrutar de um cafezinho.

8 – Em Manhattan, há uma mistura de telefone público e biblioteca

O arquiteto americano John Locke criou estantes específicas que são anexadas a telefones públicos e servem como bibliotecas.

9 – Em Amsterdã, há peças de mobiliário urbano feitas de plástico

O New Raw Studio lançou o projeto “Print Your City”, combinando impressão 3D e reciclagem de resíduos. Como resultado, as pessoas têm a chance de descansar em alguns bancos bem divertidos.

10 – Na Rússia, os moradores têm a chance de construir um banco ou um bicicletário com suas próprias mãos

Os designers russos criaram peças separadas para mobiliário de rua que podem ser combinadas da maneira que as pessoas quiserem. Esses blocos podem ser transformados em um banco redondo, um bicicletário ou canteiro de flores, por exemplo.

11 – Um sistema de cobertura dobrável para o seu carro

A GazeBox criou um sistema de cobertura bem interessante para o seu carro, que você pode usar se não possui uma garagem, fazendo com que seu carro esteja sempre protegido.

12 – “Bancos sociais”

Os bancos sociais foram criados pelo designer dinamarquês Jeppe Hein, e podem ser vistos em várias cidades europeias. Eles incentivam as pessoas a se aproximarem umas das outras.

13 – Em Montreal, há balanços musicais

Existem 21 balanços e cada um deles produz o seu próprio som. Para criar belas músicas, as pessoas têm que desligar seus celulares e se comunicar, tentando se mover em um certo ritmo.

14 – Em Detroit, é possível cultivar cenouras e repolho no centro da cidade

Os jardins públicos urbanos estão ficando cada vez mais populares. Um dos maiores jardins está localizado em Detroit, e abastece mais de 2.000 habitantes com legumes frescos.

15 – Você pode carregar seu telefone na rua

Graças ao projeto Streetcharge, os cidadãos de Nova York não precisam se preocupar em economizar bateria de seus smartphones. Se a bateria acabar, eles podem usar locais especiais de carregamento.

Fonte: Bright Side

Gostou? Deixe seu comentário :)