13 Fatos interessantíssimas que a National Geographic nos ensinou

Publicado em

O mundo, em sua imensidão, nos mostra fatos curiosos a cada dia, e são incríveis as coisas descobertas pelos cientistas e pesquisadores no meio da natureza.

É muito importante aprender coisas novas sobre nós mesmos e sobre o mundo que nos cerca. A National Geographic compartilhou alguns fatos que talvez você nunca tenha ouvido falar sobre eles, mas é interessante tomar conhecimento.

1 – Se você alimentar os canários com pimentão vermelho, eles mudarão de cor

O pigmento especial contido nas penas é que provoca a cor da plumagem dos canários. A plumagem pode adquirir tons diferentes pela luz solar ou pela alimentação dos pássaros. Os canários amarelos que se alimentam de pimentão vermelho se tornam laranja ou completamente vermelhos. Ao contrário do que ocorre com os cachorros, o pimentão não faz mal às aves.

2 – O Vaticano tinha uma composição musical que era tocada apenas uma vez por ano e era proibido copiá-la

A composição de Allegri para dois coros era realizada no Vaticano apenas uma vez por ano. A composição foi cuidadosamente guardada e mantida em segredo por quase 150 anos. Além disso, era proibido copiá-la.

Até que apareceu Mozart, que depois de ouvi-la apenas uma vez, gravou-a em seu ouvido e a presenteou à sua irmã Nannel. Quando o Vaticano descobriu, as pessoas de lá ficaram impressionadas com a exatidão da cópia e Mozart foi premiado com a Ordem da Espora de Ouro pelo próprio Papa.

3 – Existe um fenômeno raro chamado “mar cruzado”

O mar cruzado, ou cross sea, é um belíssimo e muito raro fenômeno que ocorre quando dois sistemas de ondas aparecem na superfície do mar, movendo-se em ângulos oblíquos. Algumas dessas ondas são causadas pelo vento, e outras por condições naturais. O fenômeno se assemelha a uma rede na superfície da água. Porém, nem tudo é perfeito: as ondas deste tipo podem virar um barco com facilidade.

4 – Alguns tipos de orquídeas são chamados de “plantas do diabo”

A orquídea do diabo (Telipogon diabolicus) foi encontrada recentemente nas florestas da Colômbia. A planta recebe esse nome porque é possível ver a imagem de um rosto que se assemelha a um demônio no meio da flor. Infelizmente, não é possível comprar essa flor em uma loja, pois ela só cresce em condições especiais e está ameaçada de extinção.

5 – Existe um arco-íris incolor que aparece sob certas condições

O arco-íris branco é um fenômeno muito raro que aparece durante o nevoeiro, e não durante a chuva como um arco-íris comum. Além disso, ele pode surgir à noite, quando o céu está iluminado com a lua brilhante o suficiente. Neste caso, é chamado de arco-íris lunar.

6 – O GPS é gratuito para todo mundo, mas sua manutenção custa caro

O sistema de posicionamento global funciona em todo o mundo graças a 24 satélites. O governo dos Estados Unidos gasta 750 milhões de dólares por ano, ou seja, cerca de 2 milhões por dia, no serviço de satélite e na manutenção do sistema. De acordo com o governo, isso é feito sem receber nenhum tipo de benefício. O sistema deste tipo ajuda a evitar desastres ou ir rapidamente para o resgate em casos de acidentes.

7 – É assim o topo de uma das pirâmides egípcias

Esta é a Pedra Benben (aproximadamente 1840 a.C.), que foi descoberta no Templo da Fênix. Os antigos egípcios consideravam a fênix como um símbolo das estações cíclicas e com capacidade de criação e ressurreição. Segundo os cientistas, Benben estava localizada no topo da pirâmide de Amenemhet III. A pedra contém uma oração para o faraó “ver a vida” novamente.

 

8 – Se você morasse na Rússia, poderia viver em diferentes cidades sem mudar de lugar

Algumas cidades da Rússia tiveram seus nomes mudados tantas vezes, que os cidadãos não tinham tempo de se acostumar com o novo nome da cidade. Você poderia ter nascido em Petersburgo, ido para a escola em Petrogrado, casado em Leningrado e envelhecido em São Petersburgo, sem nunca ter se mudado.

9 –  Os excrementos dos pinguins podem mudar o ecossistema da Antártida

Nos últimos 5.000 anos, os pinguins produziram 8 milhões de quilos de nutrientes ricos para as plantas na Antártida. Quando o clima mudar, essas substâncias ajudarão as plantas a cobrir o solo congelado e os animais a sobreviverem.

10 – Os abacates são venenosos para vários animais

É estranho, mas o abacate é venenoso para quase todos os animais, principalmente aves, gatos, cães e coelhos, exceto para os humanos. As folhas de abacate contêm um ácido venenoso, a persina, que causa necrose do músculo cardíaco e da glândula mamária em várias espécies.

11 – A cada 23 mil anos, o Saara se transforma de um deserto numa floresta exuberante e vice-versa

Os cientistas afirmam que há 6.000 anos o Saara estava coberto de gramíneas e árvores, mas a mudança climática transformou esse território num deserto. De acordo com os resultados do estudo, tais mudanças ocorrem aproximadamente a cada 23 mil anos.

12 – Na Islândia, há uma tradição de assar pão na terra

A Islândia é um país com vários gêiseres e vulcões, e a população local aprendeu a usá-los no cotidiano. Uma das receitas mais antigas é o “pão vulcânico” (hverabrauð). A panela com a massa do pão é enterrada perto do gêiser por 24 horas e uma pedra é colocada em cima. A temperatura do solo chega a 100 °C, o que permite assar a massa. O pão é comido com manteiga para remover o gosto do enxofre.

13 – Em 2016 apareceram milhares de bolas de gelo gigantes no Oeste da Sibéria

Especialistas do Instituto de Pesquisas do Ártico e Antártico (AARI) explicaram que este é um fenômeno muito raro que aparece por causa dos fortes ventos que levantam a neve e transformam em bolas.

Fonte: Bright Side

Gostou? Deixe seu comentário :)