10 Costumes duvidosos e até perigosos que eram considerados normais no passado

Publicado em

Sempre existem costumes por aí que nós costumamos achar incomuns. Porém, antigamente algumas coisas eram muito loucas e bizarras – zoológicos humanos, gaiolas de bebês, cocaína como tratamento médico são apenas algumas coisas que as pessoas costumavam achar normais há muitos anos.

Veja abaixo alguns costumes perigosos do passado que eram considerados comuns, mas hoje seriam absurdos.

1 – Gaiolas de bebês ao ar livre

Na década de 1930, era comum utilizar essas “gaiolas” de arame entre as famílias britânicas. Elas serviam para que as crianças pudessem respirar ar fresco enquanto suas mães estivessem ocupadas. Por incrível que pareça, essas gaiolas eram consideradas seguras, mesmo envolvendo um grande risco para as crianças.

2 – Zoológicos humanos

Os vergonhosos zoológicos humanos mostravam pessoas de etnias diversas, principalmente da Ásia e da África, em jaulas ou exibidas ao público. Eles eram muito comuns na Europa e nos Estados Unidos. A imagem mostra um zoológico humano belga em 1958.

3 – Coletas de partes do corpo humano

Hoje em dia seria loucura coletar partes do corpo humano como troféus. Mas antigamente isso era considerado como um hobby. Até os soldados costumavam levar para casa o crânio do inimigo. Na imagem abaixo, um marinheiro americano segura o crânio de um soldado japonês que ele conseguiu durante a Segunda Guerra Mundial.

4 – Eremitas de jardim

No século XVIII, algumas pessoas ricas tinham o estranho capricho de ter um eremita pessoal em suas casas. Eles viviam em grutas artesanais nos jardins, não podiam lavar ou cortar as unhas e os cabelos, e eram tratados como “decorações vivas”.

5 – Brinquedos radioativos

Na década de 1950, a radiação era tratada como algo bastante seguro. Existiam até brinquedos “atômicos”, como o mini-laboratório abaixo, que eram um sucesso.

6 – Envio de crianças pelo correio

No início do século XX, os americanos podiam enviar seus filhos pelo correio, e isso era considerado normal. O serviço custava em média 15 centavos se a criança não pesasse mais do que um pacote padrão.

7 – Fumar durante a gravidez devido à receita médica

Médicos americanos recomendavam que suas pacientes grávidas fumassem para se livrar da constipação. Mulheres que acabavam de dar à luz não eram proibidas de fumar no hospital. Hoje em dia isso daria muita polêmica.

8 – Tratamento de cocaína

A cocaína não era considerada prejudicial há 100 anos. Embora hoje seja um absurdo, naquela época ela era vendida em farmácias e sem receita médica, para curar tosse, dor de dente e até como sedativo para crianças.

9 – “Excursões de diversão” para hospitais psiquiátricos

Os pacientes de hospitais psiquiátricos tinham um tratamento péssimo no passado. Eram alimentados precariamente, e os donos de asilos criaram “excursões” onde os visitantes podiam pagar uma certa quantia em dinheiro para se divertirem com as pessoas doentes.

10 – Tratamentos médicos duvidosos

Há muitos anos, a medicina não era avançada como é hoje, e os médicos acabavam usando tratamentos bem estranhos em seus pacientes, como corte de língua contra gaguejamento e choque elétrico. Os resultados muitas vezes eram fatais.

Fonte: Bright Side

Gostou? Deixe seu comentário :)