10 Coisas que são tóxicas para os animais de estimação e que você nem imagina

Publicado em

Animais de estimação geralmente gostam de comer qualquer coisa que apareça pela frente. Porém, é preciso tomar muito cuidado e manter os bichinhos longe de alguns alimentos e até mesmo plantas, pois alguns deles contem substâncias que podem até mesmo levar os animais à morte.

1 – Cebola

A cebola é um alimento muito tóxico aos cães e gatos, devido a uma substância chamada tiossulfato de sódio, que quando ingerido reduz a formação do antioxidante chamado glutationa, elevando os níveis tóxicos de peróxido de hidrogênio. A cebola pode causar anemia em cachorros quando consumida em excesso, além de irritação gástrica e outros problemas de saúde.

2 – Abacate

Esse alimento tão gostoso deve ser evitado por cães e gatos. O abacate contém uma substância tóxica chamada persina, que pode fazer muito mal a eles, causando, inclusive, necrose muscular e mamária.

3 – Lírios

É preciso ter cuidado, pois, às vezes os gatos adoram mastigar plantas. Várias espécies de lírios são venenosas para gatos, causando sintomas como vômitos, depressão e desidratação. O rim é o principal alvo e o gato pode sofrer insuficiência renal se não for tratado a tempo.

4 – Uva

Muitas pessoas acham que, por ser fruta, a uva é saudável para os pets. Porém, o que ocorre é o contrário: existem casos registrados de animais, principalmente cachorros, que ao comerem esse alimento desenvolvem deficiência renal. Ainda não se sabe ao certo o que provoca a intoxicação. Os sintomas variam entre vômito, diarréia, fraqueza, perda do apetite e falta de urina.

5 – Sagu-de-jardim

A ingestão dessa planta por animais de estimação pode ser fatal. A planta contém inúmeras toxinas com efeitos variáveis que podem causar até mesmo insuficiência hepática, danificando as células do fígado e interferindo na capacidade do mesmo de produzir glicose.

6 – Macadâmia

Outro mal disfarçado de comida saudável. Esse alimento contem uma toxina desconhecida que pode afetar os músculos, o sistema digestivo e o sistema nervoso dos cães. A toxicidade da macadâmia é geralmente tratável, e os sintomas se resolvem dentro de 12 a 48 horas. Mesmo não sendo tão perigosa, é importante deixar os cãezinhos longe dela.

7 – Massa de pão

O fermento existente na massa crua pode provocar problemas no estômago e no intestino do bichinho, causando sintomas como vômitos, fraqueza, frequência cardíaca elevada, hipotermia e estômago distendido.

8 – Chocolate

Não é nenhuma novidade que o chocolate é um dos piores inimigos dos cachorros. Em altas doses, o chocolate pode causar ritmos cardíacos anormais, tremores musculares, diarreia, agitação e insuficiência cardíaca.

9 – Adoçantes

O xilitol é uma substância utilizada nos doces como um substituto de açúcar. Quando ingerido por cães, o xilitol provoca uma grande liberação de insulina – composto que induz células a absorverem açúcar do sangue. Isso pode provocar uma diminuição repentina da glicose no sangue do cão, resultando em hipoglicemia (baixo nível de açúcar no sangue).

10 – Vaga-lumes

Os vaga-lumes possuem um veneno de autodefesa chamado lucibufagins, que quando ingerido por animais de estimação, pode levar à morte.

Fonte: Listverse

Gostou? Deixe seu comentário :)