Pra lá! | 4 Dicas para ajudar a prevenir que manipuladores façam parte da sua vida

Publicado em

Há poucas coisas na vida que mais dão as sensações de impotência, desprezo, raiva, nojo e revolta, ao mesmo tempo, como saber que se foi alvo de um manipulador. A verdade, é que pessoas assim estão por todos os lugares, seja na vida profissional, seja na pessoal: pode ser seu colega de trabalho, seu chefe, aquele amigo de longas datas, seu/sua parceiro(a), até mesmo seus próprios pais!

Sim, o manipulador se aproveita da confiança que você põe nele para moldá-lo à sua forma. O pior de tudo, é que a manipulação muitas vezes se esconde em forma de conselhos, de ideias interessantes e sugestões, por isso, é realmente complicado desconfiar que se está sendo manipulado. Mas há 4 dicas simples que podem ajudar você a identificar manipuladores em potencial e até mesmo prevenir que você traga uma pessoa assim para o seu convívio pessoal.

1. Identificando o problema

O primeiro passo, apesar de inicial, é um dos mais complicados. Reconhecer um manipulador não é algo simples e você pode mesmo até acabar julgando demais as pessoas a sua volta. Mas, há comportamentos-chave que, geralmente, podem identificá-lo.

nunca_manipulado4Shutterstock

Geralmente, manipuladores são pessoas cujas necessidades vêm primeiro e eles sempre esperam que você esteja lá para fazer o que eles querem, no momento que eles precisem. E eles frequentemente passarão por várias situações em que, aparentemente, precisarão da sua ajuda.

2. Perguntas e mais perguntas

nunca_manipulado3Shutterstock

Manipuladores são extremamente exigentes e demandam demais. Eles só prosperam quando estão no controle, e por isso, fazer perguntas pode devolver a você boa parte desse controle. Perguntar em que determinada ação o beneficiará ou se você pode tomar as rédeas de determinada situação, por exemplo, fazem tocar um alarme na cabeça do manipulador de que você talvez não seja tão manipulável assim.

Até mesmo, perguntar a si próprio se determinada ação é lógica e/ou razoável, é uma ótima maneira de se previnir contra a manipulação.

3. Sua nova palavra mágica é…

Sabe quando sua mãe perguntava “qual é a palavra mágica?” e você respondia “por favor!”? Esqueça isso! Sua nova palavra mágica e mantra contra o manipulador é NÃO. Isso mesmo, aprenda a dizer “não”, pois essa é uma das melhores e mais eficazes formas de retomar o controle sobre algo – especialmente se você realmente não quiser ou não puder fazer algo.

no

Mas há um truque certeiro aqui: diga “não”, num primeiro momento, sempre que achar necessário, mesmo que você queira fazer o que foi pedido! A intenção aqui é ver a reação da pessoa que pediu: ela surtou? Se fez de vítima? Falou com seus amigos e familiares? Falou mal de você por aí? Nunca mais falou com você? Nem preciso explicar o que essas reações querem dizer. Elas falam por si mesmas.

4. Inverta a situação a seu favor

nunca_manipulado2Wikihow

Em situações nas quais você não possa dizer “não” – sim, é normal que isso ocorra – você pode facilmente dizer “olha, eu vou pensar sobre isso e falo com você daqui a alguns minutos/horas/dias”. Com isso, você tira as rédeas das mãos do manipulador novamente, deixando-lhe sem meios para agir, ganhando tempo para conversar sobre o assunto com outras pessoas e até mesmo com o próprio manipulador, de modo a sempre dar uma resposta adequada.

Fonte: Higher Perspective  Destaque: Shutterstock

Gostou? Deixe seu comentário :)