12 Coisas que não parecem, mas podem ser comidas

Publicado em

O ato de comer é grande parte das nossas vidas. Além de ser a principal forma de nos nutrirmos, é um dos grandes prazeres da vida. Comer algo que desejamos, algo muito bem preparado ou até mesmo descobrir novos sabores é muito prazeroso, faz bem pra alma.

Entretanto, quando se pensa em comida, há mais ou menos um senso comum sobre o que seria comestível e o que não deveríamos aproximar das nossas bocas, mas basta pesquisar um pouco para descobrir que algumas coisas bem improváveis são comestíveis. E não só isso, essas coisas vêm sendo comidas há muitos e muitos anos. Confira abaixo e fique chocado em saber o que é comestível e você não sabia.

Atenção: apesar dos itens abaixo serem comestíveis, eles só o são se preparados de forma própria ou dentro de condições específicas, assim como brevemente descritas nos tópicos. Não estamos incentivando o consumo de nenhum dos itens a seguir. Este artigo é meramente informativo.

1 – Casca de árvore

Casca de árvore tem sido consumida por quase todos desde o início dos tempos, e a casca mais comumente consumida é a canela. No entanto, é possível moer a casca interna de muitas árvores e fazer farinha com ela – você pode até mesmo criar suas próprias massas e produtos assados em vez de usar farinha regular.
A parte interna da casca da árvore é chamada de cambium e, de acordo com a pesquisa, a casca de pinheiro tem muitos benefícios para a saúde. Pode diminuir os níveis de glicose e aumentar a imunidade, uma vez que ajuda o corpo a absorver mais vitamina C dos alimentos e age como um protetor contra a luz UV.

2 – Cacto

À primeira vista, o cacto parece uma planta que você evitaria a todo custo, e a ideia de comê-lo pode ser um pouco apavorante, uma vez que eles são tão espinhosos. Existem, no entanto, algumas variedades que são comestíveis e podem ser usadas em muitos pratos depois de serem cuidadosamente preparadas. Um exemplo é o cacto nopales, que tem gosto de pepino e é rico em antioxidantes e flavonóides.

3 – Crista de galo

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Andrew (@chefandrewchiou) em

A crista de galo é aquela coroa vermelha em cima da cabeça de uma galinha e, surpreendentemente, não só é comestível, mas também deliciosa. É servido em diferentes cozinhas exóticas, como a China e a França, onde são usadas como guarnições. Segundo a pesquisa, o pente de galinha é usado em injeções para tratar a osteoartrite do joelho.

4 – Casca de ovo

Recentemente, as cascas de ovos provaram ser um ótimo fertilizante para vegetais, mas o que é mais surpreendente é que elas podem ser consumidas como suplemento de cálcio devido ao seu alto conteúdo mineral. Existem, é claro, alguns passos que devem ser dados antes de consumi-los.
As cascas de ovos devem ser orgânicas, e ambas devem ser cozidas e assadas a 200 graus. Além disso, eles precisam ser bem moídos. No entanto, existem alguns perigos para comer cascas de ovos, uma vez que todos os suplementos naturais de cálcio contêm grandes quantidades de metais tóxicos, como o mercúrio.

5 – Couro

Não se deixe enganar pelo exterior brilhante do couro quimicamente tratado, porque na sua forma mais pura ele pode ser comido. Ponmo, por exemplo, é a pele de vaca que foi processada para ser consumida com carne e é uma iguaria muito comum na Nigéria. No entanto, há muitas discussões sobre se é saudável ou não, e os cientistas chegaram à conclusão de que não tem valor nutricional.

6 – Dente-de-leão

Os dentes-de-leão são as coisas comestíveis mais saudáveis nesta lista e sua beleza exterior corresponde aos seus benefícios nutricionais. Eles são ricos em vitamina C, A e K, são ricos em antioxidantes, e são uma ótima fonte de potássio e ferro. Além disso, eles foram usados em muitas culturas como remédios para tratar inflamações e preparar remédios diferentes. É importante notar que eles devem ser cultivados organicamente se forem destinados ao consumo humano.

7 – Ouro

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por صندوق الكيك cakeboxs (@cakeboxs_) em

O ouro é biologicamente inerte, o que significa que não reage quimicamente e pode passar pelo sistema digestivo sem ser absorvido pelo intestino. Esta é a razão pela qual a vemos como decoração em muitas sobremesas com chocolate. O ouro de 24 quilates é geralmente vendido em folhas ou em flocos – isso torna a forma mais pura de ouro para consumo. Se as folhas de ouro têm menos que 24 quilates, torna-se menos puras devido a outros ingredientes químicos e não é tão seguro de comer.

8 – Barro/argila

Todos conhecemos os benefícios de beleza do barro, já que é uma parte tão grande da indústria da beleza em geral. Há, no entanto, partes do mundo onde as pessoas comem barro como parte de sua dieta regularmente – especialmente no Oriente Médio e na África. Ele também é usado como suplemento por pessoas com deficiência de zinco. Além disso, ajuda a digestão saudável, removendo as toxinas do intestino. Tenha em mente que, para consumir argila, deve ser de qualidade alimentar.

9 – Giz

O giz é uma substância natural e não tóxica, uma vez que é carbonato de cálcio puro. Mesmo que não ofereça nenhum benefício para a saúde da pessoa que consome giz, é seguro comer. A maioria das pessoas que anseiam e comem, muitas vezes sofrem de uma condição chamada “pica” que faz com que as pessoas anseiem por itens não nutricionais e isso pode ocorrer na gravidez ou na deficiência de ferro.

10 – Massa de modelar (play-doh)

A razão das massinhas de modelar não-tóxicas serem tão populares é devido ao motivo das crianças adorarem levá-las à boca e até comê-las de fato, por isso, muitas empresas decidiram torná-las o mais seguro possível para as crianças brincarem. Massinha não-tóxica é feita de farinha, corante alimentar, água, sal, óleo mineral e ácido bórico. No entanto, NÃO é recomendado consumi-la regularmente, e se isso acontecer, entre em contato com um médico ou emergência para os primeiros socorros. Sempre leia com atenção a embalagem desses produtos para saber de seus ingredientes e possível toxicidade.

11 – Ninho de pássaro

Ninhos de pássaros comestíveis são uma grande parte da indústria de alimentos da China, principalmente devido ao seu sabor único e alto valor nutricional. Eles são feitos da saliva de pássaros habitados por cavernas chamados de “swiftlets”, no sudeste da Ásia. Devido ao fato de que eles são muito perigosos para a colheita e difíceis de preparar, eles custam mais de $4.000 por quilo.
Eles são ricos em proteínas e repletos de aminoácidos, propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes. Tradicionalmente, eles eram consumidos em sopas, mas agora são adicionados como o ingrediente principal em uma variedade de alimentos, bebidas e até mesmo produtos cosméticos.

12 – Terra

Comer terra é muito comum, especialmente entre as crianças, mas, curiosamente, é comum entre os adultos também. Existe uma prática interessante chamada Geofagia e se traduz literalmente em “comer a terra” e outras substâncias parecidas com o solo, como o giz. Comer terra, no entanto, pode ser muito perigoso, especialmente por causa dos produtos químicos e parasitas que ela contém. Em alguns casos, porém, se o solo é 100% orgânico e não foi tratado com nenhum produto químico, é seguro para consumo humano.

Fonte: Bright Side

Gostou? Deixe seu comentário :)