10 Fatos curiosos sobre as mulheres da antiguidade pouco ensinados pelos livros

Publicado em

Até hoje a igualdade de gênero é uma luta constante, e ainda podemos ver grandes diferenças de direitos entre mulheres e homens em vários países. Em algumas culturas, inclusive, ainda há o casamento arranjado, por exemplo.

As mulheres de antigamente costumavam ter direitos bem limitados, e eram criadas basicamente para o casamento. Porém, há alguns fatos curiosos acerca da liberdade das mulheres, principalmente na antiga Roma, Grécia, Egito, Índia e China, que são pouco mencionados nos livros de história.

1 – As mulheres romanas usavam biquíni

Como visto neste mosaico do século IV d.C, encontrado na Sicília, as mulheres romanas usavam algo muito parecido com os biquínis de hoje em dia. Ao contrário do que muitos imaginam, os romanos progrediam bastante se comparados a outros povos.

2 – As meninas romanas tinham sua “versão da Barbie”

Na Roma antiga, as meninas costumavam se casar quando tinham apenas 12 anos de idade. Embora a infância delas não durasse muito, elas ainda usavam brinquedos. Um deles foi descoberto no final do século XIX – era uma boneca de madeira e foi encontrada em um sarcófago que pertencia a uma menina chamada Crepereia Tryphaena. A boneca tinha certas semelhanças com a moderna Barbie.

3 – As mulheres egípcias podiam ter posições religiosas elevadas

Antigamente, não era comum que uma mulher se envolvesse seriamente com a vida religiosa, no entanto, o antigo Egito era uma exceção. As mulheres lá podiam ter a posição de “Esposa de Deus”, que estava associada a deidades diferentes. Mas a posição mais importante foi “A esposa do deus de Amon”, que ajudava o sacerdote nas cerimônias e cuidava da estátua do deus. Além disso, não era comum que as mulheres fossem donas de casa, e elas costumavam se misturar na sociedade.

4 – As mulheres romanas eram bastante atléticas

As mulheres romanas também eram interessadas em esportes. Na Roma antiga, elas tiveram muitas atividades recreativas e uma vasta vida social.

5 – As mulheres na China poderiam ser abandonadas se falassem demais

Na China antiga, uma mulher quase não tinha direitos e era considerada a propriedade do marido. Os casamentos eram organizados por casamenteiros profissionais e uma mulher geralmente conhecia seu marido pela primeira vez durante o casamento. As razões para um homem se divorciar de sua esposa eram bastante amplas: não ter filhos, evidências de infidelidade, roubo, sofrimento de uma doença virulenta ou infecciosa, ciúmes e falar demais.

[ninja-popup ID=60003] [/ninja-popup]

6 – As mulheres egípcias antigamente tinham o mesmo direito de herdar o trono

O Egito era muito mais democrático do que outros reinos antigos. Independentemente do gênero, qualquer filho de um governante poderia herdar o trono. Os direitos dos homens e das mulheres eram quase iguais, o que não era muito comum naquela época.

7 – As mulheres gregas tinham direito ao divórcio

Embora as mulheres da Grécia Antiga não fossem consideradas cidadãs e seus direitos e liberdade fossem limitados, o procedimento de divórcio era razoavelmente simples. Se uma mulher quisesse se divorciar de seu marido, ela só precisava de um representante masculino para fazer o acordo em seu nome. No entanto, se um homem quisesse um divórcio, tudo o que ele tinha que fazer era tirar sua esposa de sua casa.

8 – Mulheres romanas eram educadas

Na Roma Antiga, se ensinava conceitos básicos de leitura e escrita na escola à maioria das meninas. No entanto, algumas famílias queriam que suas filhas ganhassem um conhecimento maior, então elas contratavam tutores privados para ensinar gramática avançada e aulas de grego. A razão era fazer de uma menina uma companheira alfabetizada e interessante para o marido, tornando-a mais influente.

9 – As mulheres gregas jogavam “bugalha”

As mulheres gregas gostavam de jogar diferentes jogos, e entre eles havia um jogo chamado “knucklebone” ou “nudillos”, que era semelhante ao moderno jogo da bugalha.

10 – As mulheres indianas eram livres para escolher seus maridos

Ainda hoje, os casamentos arranjados são bastante comuns na Índia. Porém, nos tempos antigos, uma mulher tinha o direito de escolher não só o marido, mas também de se casar quando quisesse.

Fonte: Genial Guru

Gostou? Deixe seu comentário :)