6 Números que são considerados de má sorte de acordo com algumas culturas do mundo

Publicado em

Superstições são crenças bastante comuns em várias partes do mundo. Aliás, desconheço uma única cultura que não tenha a sua. Os motivos que justificam as suas práticas são os mais variados: certas ações, símbolos ou gestos podem carregar consigo uma enorme gama de significados que vão desde o âmbito histórico, como guerras ou desastres, ao campo paranormal, astrológico, religioso, etc.

Os números, como símbolos universais, são alvos de muitas dessas crenças, que atribuem a eles todo o tipo de valoração possível. Vai me dizer que nunca ouviu falar que o número 13 dá azar? Pois é, mas não é só ele. Muitos países também possuem um número de azar pra chamar de seu. A seguir, você confere 6 deles.

1 – Número 4, China

numeros_azar5

O número 4, segundo a cultura Chinesa, traz muita má sorte, por um simples motivo: é que a pronúncia do algarismo é similar à pronúncia da palavra chinesa para “morte”. Então, assim como ocorre na cultura ocidental em relação ao número 13, o número 4 é constantemente omitido em diversos lugares, inclusive (e principalmente) em prédios. É comum você sair do 39º andar para o 50º – isso mesmo, sem 40, 41, 42…

Curiosamente, o número 54 não é omitido, pois 5 tem a pronúncia parecida com “não”, logo, falar 54 soaria como “não morte”.

2 – Número 17, Itália

Remontando aos tempos antigos de Roma, o número 17 se escreve como XVII, um anagrama para VIXI que, em latim, significa “vivi” e que era gravado nas lápides dos antigos romanos. É algo como o R.I.P (“Requiescat in pace” ou “repouse em paz”) também oriundo do latim, mas mais popular, especialmente por ser utilizado pela cultura americana.

3 – Número 9, Japão

numeros_azar6

Aqui, a história é bem parecida com a da China: o algarismo 9 é um homófono (mesmo som) da palavra japonesa para “tortura”. Em hospitais, é comum que o mesmo não apareça em lugar algum, para não atrair a má sorte.

4 – Número 26, Índia

numeros_azar3

Segundo a numerologia, o número 8 é considerado um prenúncio da destruição. E você pergunta, onde entra o número 26 na história? Bem, ainda segundo a numerologia, para saber o significado de um número de 2 ou mais algarismos você deve somá-los, logo, 2 mais 6 é igual a 8! Mas isso ainda não explica tudo.

Na história indiana, o dias 26 de diferentes meses durante um período de 15 anos, sempre foram marcados por grandes tragédias como terremotos, tsunamis e ataques terroristas. Agora sim, até faz sentido!

5 – Número 0888 888 888, Bulgária

numeros_azar4

Olha, se depender do significado numerológico do número 8 que aprendemos há pouco com os indianos, é melhor MESMO ficar longe desse número. Na Bulgária, esse é um número de telefone que as pessoas não querem nem sonhar em ter como seus.

Segundo contam, o número teria pertencido ao dono de uma operadora telefônica e que morreu de câncer; depois, passou para as mãos de um mafioso, que foi assassinado; por último, passou para um homem de negócios, que foi baleado. Após essa série de infortúnios, a operadora resolveu suspender o número.

Olha, se o número não pode ser mais usado por ninguém naquele país, alguma coisa tem!!!

6 – Número 191, Estados Unidos

numeros_azar1

Sim, até os americanos têm um número de azar – mas esse não vale pra todo mundo! Na aviação americana, há um infeliz histórico entre o número 191 e acidentes trágicos: 5 voos independentes, mas que possuíam o número 191, foram vítimas de tragédias, cada uma com seu grau de notoriedade.

A maior delas ocorreu no aeroporto O’Hare, em Chicago, matando 258 passageiros, 11 membros da tripulação e 2 pessoas em solo.

Fonte: Smosh

 

Gostou? Deixe seu comentário :)